Sobre o Auxílio Emergencial Covid-19

Auxílio do Governo Covid-19

O mundo está mais uma vez enfrentando uma pandemia descontrolada. Neste momento a sociedade está definitivamente mais consciente e com grande processo tecnológico que permite comunicação instantânea.

Advertisement

Além disso, o fato de não estarmos em guerra, como foi no caso da gripe espanhola, fez com que vários países despertassem ao mesmo tempo.

O fato é que a quarentena é necessária e com ela vêm junto os problemas econômicos. Sejam eles fortes ou fracos.

A população de baixa renda, principalmente os autônomos sofrem quase que imediatamente e assim é importante ver ações do governo para reparar o dano.

Recentemente o governo federal em debate com o congresso conseguiu lançar um pacote de medidas emergenciais que tenta sanar os problemas.

Advertisement

Principalmente para aquelas pessoas que não possuem nenhum meio de trabalhar no regime Home Office.

Há também algumas linhas de crédito para ajudar quem está com dívidas neste momento. Sem contar outras linhas para ajudar empresas grandes, pequenas e médias a não quebrarem.

Hoje vou te ajudar explicando um pouco mais sobre este auxílio do governo para ajudar quem é autônomo a se manter e como você pode fazer para recebê-lo. Vamos conferir?

Quem tem direito ao auxílio

Primeiramente é importante entender que este não é um tipo de auxílio de renda universal. Não são todas as pessoas que terão direito a receber.

Até porque muitos não precisam de ajuda e outros não precisaram parar de trabalhar. Só mesmo quem está sendo afetado diretamente pode sacar sem problemas.

Advertisement

A pessoa precisa ter pelo menos 18 anos e não ter emprego formal. Digo emprego de carteira assinada ou então modalidades de empreendedorismo superiores ao MEI.

A pessoa também não pode receber aposentadoria ou seguro desemprego. O BPC também impede o recebimento do auxílio do governo sobre o Covid-19.

A renda também precisa ter um limite. A família não pode ter renda total acima de três salários mínimos por mês (R$ 3.135,00), ou então não pode passar de mais de R$ 522,50 por cabeça.

Lembrando que até duas pessoas da família podem receber o benefício. No caso de mãe solteira que sustenta sozinha a casa, ou seja, se ela não tiver pensão, há a possibilidade de receber duas cotas de auxílio.

Quais os valores disponibilizados

O valor de cada benefício é de R$ 600,00 reais, sem mais nem menos. Não há cotas diferentes nem maiores ou menores. O que pode haver é o caso de pessoas como as mães solteiras que podem receber dois benefícios.

Pais solteiros estão tendo a possibilidade de receber cota dobrada também estudada. Mas ainda não é certo, vejamos o que as novas decisões irão trazer.

Por enquanto então o valor mínimo seriam os próprios R$ 600,00 e o máximo R$ 1200,00, que seriam duas cotas.

Como faço para receber

Quem estava inscrito no cadastro único do governo até dia 20 de março não precisa fazer mais nada. Já está pronto para receber o benefício pelas vias normais.

Entretanto os trabalhadores informais podem tentar se cadastrar no mesmo ou tentar junto à Caixa a partir do dia 7 de abril em um aplicativo que será lançado neste dia.

Já os que se encaixam na modalidade MEI terão que esperar até o dia 8 de abril. Onde aparentemente será lançado outro aplicativo pelo governo federal.

De qualquer jeito essas são as maneiras iniciais para os primeiros grupos que serão beneficiados.

Pode ser que no futuro mais benefícios sejam entregues.

Quantos meses vão durar

A previsão inicial do benefício é durar por 3 meses, assim será possível que a pessoa tenha uma subsistência enquanto durar a quarentena.

Pode haver algum tipo de prolongamento dependendo da necessidade. Entretanto ainda não foi feito nenhum debate.

Posso receber o benefício do governo mesmo estando em dívida com o INSS ou as parcelas do MEI?

Sim, não há qualquer necessidade de estar quite com suas dívidas com estas contribuições para que você seja beneficiado.

Até porque seria um tanto quanto cruel, já que a pessoa antes da situação não conseguia colocar as contas em dia quanto mais agora.

Afinal de contas este é um benefício para ajudar quem mais precisa alguém que sempre esteve com tudo em ordem pode não ser exatamente o mais necessitado.

Mas isto não é uma desculpa se manter inadimplente durante o período de quarentena.

Pode ser que você precise no futuro de partes deste benefício que só sejam garantidas para quem está em dia.

Se você ainda consegue se manter, então tente não gastar este recurso sem motivos.

Acesse o link abaixo e saiba mais sobre o Auxilio Emergencial:

Auxilio Emergencial Covid-19

Contudo, se você gostou do artigo VOTE e em seguida COMPARTILHE.

 

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade