Como Solicitar Cartão Bolsa Família

Como solicitar Cartão Bolsa Família

Como acontece em todo país não desenvolvido, as pessoas mais carentes dependem grandemente de benefícios sociais dos governos para atender suas necessidades básicas e minorar as agruras da pobreza.

Advertisement

E o programa que cumpre com essa tarefa no país é o Bolsa Família.

Veja o que abordaremos sobre o Bolsa Família nesse artigo:

Quem pode fazer parte do programa Bolsa Família (PBF)?

O benefício do Programa pode ser concedido às famílias que se encontram em:

Advertisement
  • Situação de pobreza: com uma renda per capita entre R$ 89,00 a R$ 178,00 por mês;
  • Situação de extrema pobreza: com renda per capita de até R$ 89,00 por mês.


Devem também compor a família: gestantes ou nutrizes (mães que ainda amamentam), criança e adolescentes entre 0 e 17 anos de idade.

Como é feito o cadastro Bolsa Família?

Quem realiza o cadastro das famílias no PBF são os municípios. As famílias que possuem interesse devem se encaminhar ao Setor de Cadastro Único e Programa Bolsa Família de sua cidade.

Em várias cidades, o cadastramento pode ser feito nos Centros de Referência da Assistência Social, conhecidos como CRAS. Para a inscrição no Cadastro Único, deve-se eleger um membro da família para ser o Responsável pela Unidade Familiar (RF).

O RF deve ter no mínimo 16 anos e de preferência ser mulher. Este deve fornecer informações de todos os membros constituintes da família ao entrevistador.

Um critério é que o RF se dirija ao Setor de Cadastro Único portando documento com foto de todos os integrantes da família.

Caso um ou mais membros da família não possua documento, estes serão encaminhados aos locais para retirada dos documentos e o cadastro ficará incompleto.

Como as famílias são selecionadas no Bolsa Família?

A inscrição não é garantia da entrada da família no PBF, dado que o número de participantes do Programa em cada município é limitado.

Advertisement

Isto ocorre porque há uma relação da estimativa de famílias pobres que podem ser atendidas em cada localidade.

Além disso, o Governo Federal necessita respeitar o limite orçamentário do Programa.

É importante relembrar que o Programa Bolsa Família é dinâmico, ou seja, frequentemente famílias entram e famílias saem dele.

Como saber se fui selecionado para receber Bolsa Família?

Ao ser selecionado, será encaminhada uma carta para a residência familiar, certificando que a família foi selecionada.

Há também a possibilidade de consulta a situação da família em relação ao Programa através do Atendimento Caixa ao Cidadão, esse serviço é disponibilizado por telefone.

Onde retiro o meu cartão Bolsa Família?

Através do correio será enviado um cartão de saque, o Cartão Bolsa Família é emitido pela Caixa Econômica Federal. Referente ao cartão tem se as seguintes informações:

  • O prazo para a entrega do cartão de saque em sua residência varia de 30 a 45 dias;
  • Juntamente com cartão é enviado um panfleto informativo contendo explicações sobre a ativação do cartão, o calendário de saques, entre outros;
  • Para realização do saque dirija-se a um caixa eletrônico da caixa ou a qualquer Casa Lotérica de sua cidade;
  • Caso não esteja portando o cartão Bolsa Família, é necessária a apresentação de um documento com foto.


Para obter maiores informações clique nesse link.

Como ativar o cartão Bolsa Família?

O Responsável Familiar deve ligar na Central de Atendimento Caixa (0800 726 0207) e solicitar o desbloqueio do cartão e a liberação do cadastro da senha.

Importante ressaltar que a ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone, seja ele fixo ou móvel.

O RF deve ir a Lotérica, cadastrar sua senha e assinar um termo de responsabilidade. O atendente passará o cartão no caixa eletrônico para ativá-lo.

Perdi o cartão Bolsa Família, o que fazer?

Pode ser realizada a 2º via do cartão de forma gratuita via telefone pela Central de Atendimento ao Cidadão da CAIXA ou indo até uma agência pessoalmente.

Quais são os benefícios do programa Bolsa Família?

O valor recebido por cada família pertencente ao Programa depende da renda mensal per capita e da composição familiar.

Existem o benefício básico e os benefícios variáveis, sendo que cada família pode receber até 5 benefícios variáveis.

Meu benefício foi suspenso e agora?

Caso isso aconteça, é necessário que o Responsável Familiar busque o setor responsável pelo Programa Bolsa Família no Centro de Referência Assistencial ou na Prefeitura.

É necessário lembrar que para receber o benefício continuamente deve-se cumprir com as condicionalidades do Programa.

Entre elas, estão a frequência mínima escolar das crianças e adolescentes da família, a vacinação das crianças e nutrizes, e o acompanhamento pré-natal das gestantes.

É importante que o beneficiado esteja sempre atento a mensagem emitida em seu extrato para ficar informado sobre o recebimento de seu pagamento.

Como sair do programa Bolsa Família?

As famílias pertencentes ao Programa podem vir a ser retiradas por falta de atualização das informações cadastrais ou devido a melhoria da renda per capita.

Há também o cancelamento do benefício para famílias que não cumprirem as condições relacionadas a Educação e a Saúde.

Caso a família queira se desligar do programa por conta própria, esta deve ir ao Setor de Cadastro Único do Programa Bolsa Família do município e solicitar o “Desligamento Voluntário”.

Se necessário, a família que se desligou pode retornar a receber o benefício, em um prazo de 36 meses, sem a realização de um novo processo.

Além destas plataformas, existem também os e-mails:

  • Para dúvidas referente ao Bolsa Família e Cadastro Único;

gestorpbf@mds.gov.br

  • Para perguntas exclusivamente referente ao Cadastro Único;

cadastrounico@mds.gov.br

  • Para informação sobre a frequência escolar das crianças e jovens.

frequenciaescolar@mec.gov.br

Contudo, se você gostou do artigo VOTE e em seguida COMPARTILHE.

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade